Descubra Sorocaba

Você precisa conhecer

Ceagesp Sorocaba
A melhor padaria de Sorocaba
Padaria Real
Quinzinho de Barros Zoológico
Sunday Kustom
Shopping Villàggio
Cursos de Culinária

Sem categoria

O Meu e o Seu Conto de Fada

Foto: Thomas Czarnecki

Há tempos ouço que os famosos contos de fadas não foram feitos para crianças; realmente, se lermos a versão original de cada um deles com um olhar analítico, veremos que dizem muito mais do que percebemos na superficialidade das versões infantis. Bruno Bettelhein em seu livro A Psicanálise dos Contos de Fadas, faz uma análise de alguns personagens, identificando aspectos deles (com ênfase delas) nos seres humanos. Pois é, Bela Adormecida, Yasmin, Pocahontas e cia não são alienígenas, são seres humanos como nós. Então, podemos dizer que estas histórias não são falsas, mas pela fantasia, também não podemos dizer que são verdadeiras, são mitos.
Atualmente, há um boom destes contos para as telas do cinema. Alice no País das Maravilhas de Tim Burton foi o primeiro a ter a iniciativa de produzir uma versão adulta para o cinema, seguido da Branca de Neve, Chapeuzinho Vermelho, Bela e a Fera, João e Maria. Mas não para por aí, além dos livros, desenhos animados e cinema, recentemente houve a estréia de Once Upon a Time, série baseada nos clássicos “infantis”.
O fotógrafo Thomas Czarnecki fez uma exposição chamada From Enchantment to Down (Do encantamento ao chão), deixando de lado o “viveram felizes para sempre” exibindo versões com finais infelizes. Isso mesmo, INFELIZES! O que vemos, é que nos contos dos livros e dos desenhos infantis os finais são felizes, mas será que na vida real há finais? E eles são felizes? Ou são tristes? Qual seria o seu conto de fada?
Numa mistura de realidade e fantaisa, afinal a arte copia a vida e a vida copia a arte, mesmo com uma resistência a assumir dentro de nós as nossas madrastas más, caçadores, lobos, anões e por ai vai, quem não se identifica pelo menos um porcento com os contos que atire a primeira pedra, deite no meu divã e conversaremos a respeito disso.

Bruna Mazzarino é Psicóloga Clínica, quase Psicoterapeuta Psicanalítica. Tem como hobbies literatura, cinema, música, artes, entre outros.

Related Posts

2 thoughts on “O Meu e o Seu Conto de Fada

  1. Stella Moraes Alexandre

    Acho que os contos de fadas são necessários.
    Aprendemos a escolher caminhos, fazer decisões, identificar o bem e o mal…. Mas com certeza não existem apenas finais felizes, ainda mais para sempre.
    No mundo em que vivemos existem muitas maçãs envenenadas e madrastas más e nem sempre haverá um principe encantado para a salvação.
    Apesar disso, podemos viver momentos de doçura e aprender a ver a magia de cada situação, dia-a-dia.
    Parabéns Bruna, pelo texto!

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>


Mapa Restaurantes em Sorocaba


Visualizar Descubra Sorocaba Restaurantes em um mapa maior